Inauguração de Agroindústria Comunitária Marca Fim da Terceira Etapa do Projeto Padaria Solar

whatsapp-image-2016-12-30-at-13-27-08

Aconteceu no  dia 9 de Dezembro, o último módulo da capacitação técnica para utilização da Energia Solar pelos membros da comunidade Várzea Comprida dos Oliveiras, em Pombal. O mini-curso foi ministrado pelo coordenador técnico do Comitê de Energias Renováveis do Semiárido (CERSA),  Walmeran Trindade, e visa instrumentalizar os interessados a operar com o sistema fotovoltaico.

Na primeira etapa, os participantes aprenderam a manusear as instalações elétricas convencionais. Já na segunda etapa os alunos aprenderam a operar instalações de sistemas de energia solar. Na terceira fase do projeto, os moradores colocaram em prática os conhecimentos trabalhados nas duas primeiras etapas através da montagem do sistema fotovoltaico da padaria. Assim, um painel com 12 módulos foi instalado juntamente com um inversor e a caixa de proteção. Em seguida, a Energisa vistoriou o sistema e aprovou o funcionamento.

O mini-curso faz parte do projeto Padaria Solar  promovido pelo CERSA com apoio do Fundo Sócio Ambiental CASA e Fundo Socioambiental CAIXA, através do programa Fortalecimento de Comunidades na Busca pela Sustentabilidade. . O objetivo é demonstrar a inserção da tecnologia fotovoltaica em uma agroindústria comunitária.

E quem pensa que o projeto acabou aqui, se enganou. O CERSA ficará responsável pelo monitoramento da instalação fotovoltaica, que será realizado mensalmente. Nesse período, será inspecionada a geração de energia, o comportamento do sistema e a necessidade de uma manutenção eventual ou uma correção. Ao final de 12 meses, será avaliado o custo benefício comparando o valor do investimento com o valor da economia em energia elétrica.

“O monitoramento será através de visita in loco. Nós iremos pessoalmente à comunidade, acompanhar de perto o estado do sistema. Também acompanharemos a conta de energia, além de conversar com as pessoas que estão utilizando o sistema para saber se porventura está acontecendo alguma anormalidade no funcionamento”, afirmou Walmeran Tríndade.

Ainda conforme Tríndade, o novo cenário das energias renováveis apresenta um novo arranjo produtivo com grandes perspectivas de geração de emprego e renda. Assim, os concluintes do curso estarão aptos para trabalhar nesse mercado.

 

Inauguração da Padaria Bolo das Oliveiras

Participante da capacitação recebe certificado do coordenador César Nóbrega
Participante da capacitação recebe certificado do coordenador César Nóbrega

A Associação Comunitária da Várzea Comprida dos Oliveira promoveu no dia 22 de Dezembro, uma solenidade de inauguração do prédio da Fábrica de Bolo das Oliveiras.  A Associação foi a grande beneficiária do projeto Padaria Solar do CERSA e contou com a parceria do Programa de Ação Social e Políticas Públicas (PASPP) para a construção de sua sede.

O grande destaque fica por conta das mulheres que de forma organizada demonstram suas potencialidades na fabricação de massas. A panificadora beneficia 21 microempreendedoras e torna-se fonte de emprego e renda para a comunidade que conta com 100 famílias.

O evento começou com uma missa celebrada pelo novo bispo da Diocese de Cajazeiras, Dom Francisco de Sales. O religioso citou a encíclica Laudato Si do Papa Francisco, como o primeiro documento de doutrina social da igreja a refletir sobre as mudanças climáticas.

 “Sem dúvida alguma, a questão da energia renovável entra como um apelo gritante diante do que a gente tem assistido no planeta nesses últimos tempos,” disse o bispo.

Além do reverendo, estiveram presentes os coordenadores do CERSA e membros da diretoria da Frente por Uma Nova Política Energética, César Nóbrega e Walmeran Tríndade, e o técnico agrícola do PASPP, Aíres Humberto.

A presidente da Associação Comunitária da Várzea Comprida dos Oliveiras, Solange Mattos se emocionou ao relembrar o histórico da luta das mulheres pela construção da sede da padaria. Ela também destacou a importância da instalação do sistema fotovoltaico.

whatsapp-image-2016-12-30-at-13-28-01 “A gente foi agraciado logo no inicio com este projeto das placas que vai gerar uma economia muito grande para o grupo de mulheres dessa padaria. É muita felicidade! E a gente agradece ao Comitê de Energias Renováveis pelos benefícios que proporcionou,” disse.

Ainda na solenidade, ocorreu a certificação dos alunos da capacitação técnica para utilização de Energia Solar.  Os participantes receberam do coordenador geral do CERSA, César Nóbrega, os certificados de conclusão do mini-curso.

TEXTO: ENIO MARX- ASSESSOR DE COMUNICAÇÃO DO CERSA

FOTOS: ENIO MARX E  JUNIO TELMO

 

Um comentário em “Inauguração de Agroindústria Comunitária Marca Fim da Terceira Etapa do Projeto Padaria Solar

  • janeiro 3, 2017 em 4:25 pm
    Permalink

    Parabéns e que estas iniciativas de geração de renda, fonte de energia renovável e fixação do homem no campo se espalhem aqui no Semiárido em prol do fortalecimento da agricultura familiar.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *