Em Nazarezinho, CERSA Promoverá Capacitação Para Agentes Comunitários De Energia

img-20161120-wa0009
Escola da comunidade Olho D’água dos Frades será contemplada com a instalação de um sistema fotovoltaico

 

Os coordenadores do Comitê de Energias Renováveis do Semiárido (CERSA), César Nóbrega e Walmeran Tríndade se reuniram no dia 18 de Novembro com os moradores da comunidade Olho D’água dos Frades, no município de Nazarezinho. O principal objetivo do encontro foi apresentar à população local o projeto intitulado “Agentes Comunitários de Energia – Levando eficiência energética para a comunidade do Sítio Olho D´agua do Frade”.

Na ocasião, também estiveram presentes a secretaria de educação do município, Israilda Mendes, a  Assessora Territorial de Gestão Social do Núcleo de Extensão e Desenvolvimento Territorial (NEDET-Vale do Piranhas), Aldineide Alves e o Técnico Agrícola do Programa de Ação Social e Políticas Públicas, Aíres Humberto. No encontro, foi apresentado o funcionamento do projeto, o cronograma de execução e também teve espaço para a comunidade apresentar suas dúvidas.

A ação visa formar agentes que irão disseminar os conceitos básicos para o uso eficiente de energia elétrica entre os residentes no Sítio Olho D’água dos Frades, como forma de contribuir para a formação de consumidores mais conscientes. Esses agentes serão formados jovens moradores da localidade, que trabalharão em dupla com estudantes do IFPB- Cajazeiras.

No projeto também está previsto a instalação de um sistema fotovoltaico na Escola Municipal Basílio Borges com a ajuda dos moradores. Desta forma, além de qualifica-los para o mercado de trabalho, pretende-se dotar a comunidade de conhecimento das técnicas básicas de manutenção de energia elétrica convencional e energia solar fotovoltaica.

“Já tinha ouvido falar em energias renováveis. Mas, não sabia como funcionava e quais eram os benefícios que trazia para o ser humano. E confesso que depois do diálogo que tivemos fiquei surpresa em saber que a nossa região registra o maior índice de radiação solar do Brasil”, disse a presidente da Associação dos Produtores Rurais, Lidiane Silva.

img-20161120-wa0001
Ao centro, professor Walmeran Tríndade dialogando com a comunidade

Já a assessora territorial Aldineide Alves afirmou que a experiência pode servir de estímulo aos jovens, além de ajuda-los a descobrir as potencialidades do lugar onde vivem. Ela também ressaltou o impacto que a formação dos agentes pode causar na região.

“Trata-se de uma ação que pode ser modelo em outras comunidades do território Vale do Piranhas. Através dessa experiência pioneira, nós podemos alavancar a discussão das energias renováveis, das energias limpas”, disse.

O projeto Agentes Comunitários de Energia é uma realização do Comitê de Energias Renováveis do Semiárido em parceria com o Núcleo de Estudos em Agricultura Ecológica do Sertão Paraibano (NAESP), NEDET – Vale do Piranhas e  PASPP. Conta também com o financiamento do Fundo Socioambiental CASA.

 

Enio Marx Assessor de Comunicação do CERSA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *