Coordenação do CERSA Participa De Evento Internacional

Coordenador-técnico do CERSA, Walmeram Trindade, ao lado de Ivo Poletto
Coordenador-técnico do CERSA, Walmeram Trindade, ao lado de Ivo Poletto

O coordenador-técnico do CERSA e membro da Frente Por Uma Nova Política Energética, Walmeram Trindade, participou no período de 28 a 31 de abril do VIII Fórum Social Pan-Amazônico(FOSPA), realizado em Taparato no Peru. O convite para participação no evento surgiu de uma solicitação para o Comitê integrar uma coordenação sul-americana pertencente ao Grupo 3+1.

O Grupo 3+1 é composto por organizações sociais do Brasil, do Peru e da Bolívia e conta com o apoio da entidade alemã MISEREOR.  No dia 28 de Abril, o grupo realizou uma reunião com a presença de seus participantes. Na ocasião, foi apresentado o avanço dos estudos energéticos que identificam as debilidades, as potencialidades, e o nível de segurança e de soberania energética das três nações sul-americanas. Com os dados da pesquisa, que tem previsão de término para Agosto deste ano, pretende-se subsidiar caminhos alternativos para transição energética, que deverá estar alicerçado na justiça social e na preocupação ambiental.

Ainda na reunião, Walmeram Trindade apresentou a proposta do “Curso Acampamento” que visa reunir representações do Brasil, da Bolívia e do Peru e mais um representante da Alemanha para conhecer as experiência comunitárias do CERSA na Paraíba. O curso também prevê a realização de uma capacitação em instalação de sistemas fotovoltaicos.

Após as discussões, o coordenador-técnico do CERSA, juntamente com assessor nacional do Fórum de Mudanças Climáticas e Justiça Social, Ivo Poletto, e com o engenheiro eletricista Joílson Costa participaram do espaço de debate “Mudanças Climáticas e Amazônia” do FOSPA. Na ocasião, Trindade relatou a experiência do Comitê na luta pela difusão da problemática das mudanças climáticas e da utilização das energias renováveis, em especial a energia fotovoltaica, no semiárido brasileiro.

“A participação no encontro de hoje foi um passo extremamente importante, porque além de demonstrar nossas ações tem solidez, demonstra também que estamos fazendo ações inovadoras no campo da energia e das mudanças climáticas que podem vir a ajudar outros grupos.”, disse TrIndade.

As explanações do professor Walmeram Trindade, despertaram o interesse do Movimiento Ciudadano frente al Cambio Climático, uma plataforma da sociedade civil que reúne: organizações sociais, redes, instituições religiosas, colégios profissionalizantes, coletivos e cidadãos independentes orientados a gerar ações em defesa da vida e da sustentabilidade da Terra, ameaçada pelas mudanças climáticas. O movimento solicitou ao docente para o dia 22 de maio, uma palestra sobre as atividades do CERSA no alto-sertão paraibano.

whatsapp-image-2017-05-09-at-22-11-14

Sobre o FOSPA

Com os objetivos de articular a agenda das organizações e redes amazónicas e visibilizar as propostas para a defesa da Amazônia, frente às mudanças climáticas e à convivência intercultural, foi criado o Fórum Social-Pan-Amazônico. O Fórum também visa construir um processo de mobilização, de debates e propostas, e por sua vez um evento que busca congregar e articular os movimentos sociais, povos indígenas e comunidades tradicionais dos nove países da região do Amazonas: Brasil, Equador, Venezuela, Bolívia, República Cooperativa de Guyana, Suriname, Colômbia, Perú e Guyana (francesa).

Os espaços dos Fóruns são relevantes para o desenvolvimento de alternativas e pautas coletivas. Até hoje já foram promovidas sete edições do Fórum Social Pan Amazônico. O VIII Fórum Social Pan Amazônico (FOSPA) foi realizado na cidade de Tarapoto, em plena Amazônia Peruana, entre os dias 28 de abril e 1º de maio. O tema desta edição do evento foi “Territorialidade e Povos Amazônicos – Andinos; Cuidado dos bens da natureza e propostas alternativas e processos de resistência ao modelo de desenvolvimento capitalista”.

ENIO MARX – ASSESSOR DE COMUNICAÇÃO DO CERSA

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *