Coordenador do CERSA Ministra Palestra Em Simpósio

669f40b7-9fcb-449b-adea-0b03acc6d104

 

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Paraíba (Crea-PB) promoveu no dia 20 de Julho o Simpósio “Engenharia e Sustentabilidade” no Instituto Federal da Paraíba(IFPB-Campus Cajazeiras). O evento trouxe para docentes e discentes da área de construção civil e profissionais registrados no Crea, uma discussão sobre a utilização de recursos mais sustentáveis nos processos da área tecnológica.

O engenheiro eletricista Walmeran José Trindade Júnior, professor do IFPB Campus João Pessoa e integrante do Comitê de Energia Renovável do Semiárido (CERSA), ministrou a palestra “Nossa casa solar: desafios e oportunidades no uso da energia solar fotovoltaica”. Na oportunidade o palestrante falou sobre a “revolução energética” está em curso e o custo-benefício de implantação do sistema fotovoltaico.

“Precisamos acelerar essa transição, essa revolução energética que está em curso, pois o modelo energético atual, com as fontes fósseis de energia, compromete o meio ambiente e o clima do planeta. As fontes renováveis, como a energia solar e eólica, por exemplo, vêm justamente para sairmos desta dependência. No entanto, quando se fala de energia solar, por exemplo, se esbarra numa ideia que já está no subconsciente das pessoas, de que o sistema fotovoltaico é caro. Ora, se formos comprar um gerador a diesel, ele também será caro. A diferença é que o primeiro, além de ser tratar de uma energia limpa, consegue compensar o investimento ou ‘se pagar’ de cinco a seis anos, com a economia que teremos na conta de energia”, afirmou Walmeran.

A segunda palestra foi proferida pelo o engenheiro civil Bruno de Medeiros Souza, coordenador do curso de Engenharia Civil do Campus Cajazeiras. Ele fez uma exposição sobre a inserção de ferramentas do LEAN CONSTRUCTION como forma de melhorar produtividades e processos na Indústria da Construção Civil.

“LEAN CONSTRUCTION nada mais é do que a construção simples. É saber como otimizar de processos, aumentar a produtividade, reduzir o desperdício de tempo e material e cumprir prazos. Esse conhecimento para os estudantes da área de construção civil é de fundamental importância pois eles vão conviver diariamente com isso no mercado de trabalho, são competências que eles vão precisar tanto quanto a técnica construtiva”, disse Bruno.

No lado esquerdo, a presidente do CREA Giucélia Figueiredo e no lado direito, a diretora do IFPB-Campus Cajazeiras, Lucrécia Petrucci
No lado esquerdo, a presidente do CREA Giucélia Figueiredo, e no lado direito, a diretora do IFPB-Campus Cajazeiras, Lucrécia Petrucci

Giucélia Figueiredo, presidente do Conselho Regional de Engenharia da Paraíba, afirmou que o Crea-PB tem buscado investir cada vez mais na relação com as instituições de ensino e capacitação de estudantes e profissionais para que estes tenham, além da técnica, a consciência do seu compromisso com a melhoria da qualidade de vida da sociedade.

“Temos o maior carinho e respeito pelo IFPB, que oferta uma formação pautada no conhecimento, ética e compromisso social, e o que queremos é cada vez mais aproximar o conselho com os futuros profissionais, pois no passado os estudantes se formavam e sequer sabiam o que representava o Crea. Nós acreditamos que a o exercício profissional se pauta em três grandes valores: a competência, através do conhecimento adquirido e continuado, a ética profissional e a responsabilidade social. O estudante e o profissional, seja técnico, tecnólogo ou engenheiro, não podem ter apenas uma visão tecnicista, tem que ter consciência de que o seu exercício profissional é uma missão e não uma mercadoria e deve estar a serviço da melhoria da qualidade de vida da população”, contou Giucélia.

 

Lidiane Maria – jornalista do IFPB/Campus Cajazeiras

Fonte: Site do IFPB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *