Comunidades e instituições são contempladas pelo projeto Cuidando da Nossa Casa Comum, no semiárido paraibano

Comunidades e entidades do semiárido paraibano receberam implementações de Energia Solar Fotovoltaica, por meio do projeto “Cuidando da Nossa Casa Comum”. As ações aconteceram de 03 a 15 de agosto e foram realizadas pela Sonnehaus, empresa responsável pelas instalações dos equipamentos nas áreas contempladas, como também, a realização de minicursos. As atividades tiveram o objetivo de experienciar pedagogicamente a redução dos custos com a utilização de Energia Elétrica para das Comunidades, espaços de formação, empreendimento e residências, proporcionando através da energia solar, o bombeamento de água, irrigação de plantações, entre outros benefícios, gerando alimento e renda para as famílias.  A primeira atividade aconteceu no dia 03 de agosto, em Santa Luzia/PB, com o minicurso de capacitação, aplicação de técnicas e manutenção de equipamentos dos sistemas de energia solar fotovoltaica que foram instaladas no Café Cultura. Seguindo o cronograma de instalações, no dia 04 e 05, os sistemas de energia solar foram instalados no Assentamento Novo Horizonte, em Várzea-PB, contemplando cerca de 32 famílias. No dia 06, o Assentamento Nossa Senhora Aparecida II, em São Mamede-PB, 30 famílias receberam as implementações. No dia 07, em Malta-PB, aconteceu mais um minicurso para jovens estudantes de Eletrotécnica, que também participaram do processo de instalação do sistema colocado no Centro Pastoral do município, além de 22 famílias agricultoras do Assentamento Padre Acácio. A Fazenda da Esperança, espaço de recuperação de dependentes químicos, localizada em Condado-PB, também foi contemplada com placas fotovoltaicas. As instalações aconteceram no dia 09 e servirá para diversos fins no espaço da fazenda. Em Patos-PB, na sede da Ação Social Diocesana de Patos, as instalações foram feitas no dia 10, em Junco do Seridó-PB, na Comunidade Carneira, onde cerca de 250 famílias foram beneficiadas pelo projeto. A área agroecológica do Centro de Educação Popular e Formação Social (CEPFS) também foi contemplada pelo projeto no dia 12 de agosto. A equipe do CEPFS participou do minicurso e logo em seguida, foram instaladas as placas.  Em Princesa Isabel, as instalações foram feitas na Sede do Centro de Capacitação Agrocomunitário (CCA) e Educandário São José.  O projeto “Cuidando da Nossa Casa Comum” é abraçado pelo Comitê de Energia Renovável do Semiárido (CERSA), Fórum de Mudanças Climáticas e Justiça Socioambiental, Cáritas Brasileira, Frente Por Uma Nova Política Energética Pra o Brasil, com o apoio da Misereor e da Ação Social Diocesana de Patos. O Projeto preza pelos cuidados com a Mãe Natureza, portanto, desenvolve projetos relevantes no combate ao aquecimento global. 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.